fbpx

Como a tecnologia revoluciona a apuração tributária e fiscal nas empresas

No país com a 15ª maior carga tributária do mundo1, a tecnologia vem revolucionando as rotinas fiscais das empresas.

Felizmente, já é possível organizar tributos, aplicar alíquotas, emitir guias de recolhimento e até recuperar créditos em poucos cliques por meio de sistemas inteligentes. 

Eles poupam o trabalho das equipes, agilizam processos e iniciam um novo capítulo da gestão fiscal nas empresas.

A seguir, vamos entender como as soluções digitais estão mudando a área tributária para melhor e deixando a burocracia para trás. 

Apuração tributária e fiscal: um desafio de gestão

Toda empresa deve fazer sua apuração tributária e fiscal para cumprir as obrigações determinadas em lei e ficar em dia com o Fisco. 

O processo é ainda mais burocrático para aquelas que optam pelos regimes tributários do Lucro Real e Lucro Presumido.

Hoje, uma empresa brasileira está sujeita a quase 100 tributos diferentes2, dependendo de sua área de atuação.

São inúmeros impostos, taxas, contribuições e encargos que oneram o empreendedor e dificultam a gestão fiscal.

Ao todo, o sistema tributário do país acumula mais de 400 mil normas editadas desde a Constituição de 1988 — que continuam sendo alteradas e atualizadas dia após dia.

Essa complexidade torna a apuração tributária um grande desafio dentro das organizações.

Como funciona a apuração tributária na prática

A apuração tributária vai muito além da emissão de guias de impostos para pagamento.

O processo começa com a análise dos tributos que se enquadram no regime tributário escolhido pela empresa.

A equipe ou especialista responsável pela área precisa garantir que os impostos sejam recolhidos de acordo com as normas e dentro dos prazos, com atenção aos mínimos detalhes da legislação.

Além disso, deve saber aplicar as alíquotas corretas sobre a base de cálculo correspondente para chegar ao valor do recolhimento. 

Qualquer incoformidade nesse processo pode gerar problemas graves como pagamentos indevidos e a maior, multas e advertências, e situações de inadimplência com o Fisco.

Após a emissão das guias e quitação dos débitos, a empresa ainda precisa fazer uma revisão nas declarações para identificar possíveis créditos tributários passíveis de compensação, que podem fazer a diferença no caixa do negócio.

Como a tecnologia revoluciona a apuração tributária e fiscal

Há alguns anos, tecnologia e apuração tributária eram conceitos distantes, mas felizmente esse cenário mudou.

Primeiro, o próprio governo investiu em um plano de digitalização e viabilizou a entrega das obrigações fiscais pela internet. 

Hoje, é possível resolver praticamente todas as pendências fiscais de um negócio online, graças a soluções como o SPED e o eSocial.

Do lado das empresas, surgiram ferramentas digitais capazes de integrar os dados contábeis e fiscais do negócio com os sistemas do governo e agilizar todo o processo de apuração tributária.

Vantagens da tecnologia para a gestão fiscal 

O uso da tecnologia na apuração tributária trouxe muitas vantagens para empresas que buscam mais agilidade em seus processos.

Conheça as principais.

Automatização de tarefas

O grande diferencial da tecnologia é a possibilidade de automatizar tarefas repetitivas da gestão fiscal e focar nas questões mais estratégicas da área.

Com um software inteligente à disposição, os profissionais não precisam se preocupar com alíquotas, bases de cálculo, parcelas a deduzir e outros fatores: o próprio sistema se encarrega dos números.

Redução de erros

Uma alíquota equivocada, uma vírgula no lugar errado ou mesmo um pagamento em duplicidade podem ser fatais na gestão tributária. 

Com a tecnologia, as empresas ganham precisão nos cálculos e reduzem drasticamente os erros no processo de apuração.

Agilidade nos processos

Rapidez é uma vantagem competitiva importante no mercado atual, inclusive na gestão fiscal.

Por isso, a tecnologia também tem o papel de acelerar processos e poupar tempo das equipes. 

Otimização da recuperação de créditos

Muitas empresas deixam de fazer sua revisão tributária e buscar oportunidades de recuperação de créditos por falta de tempo e recursos. 

Como resultado, 95% das empresas brasileiras pagam mais impostos do que deveriam, segundo um levantamento do IBGE/Impostômetro3

Mais uma vez, a tecnologia resolve o problema viabilizando a revisão automática de declarações e identificação de valores pagos a maior ou indevidamente. 

A solução com inteligência artificial da AG Capital, por exemplo, identifica créditos e débitos previdenciários na folha de pagamento em segundos.

Dessa forma, a tecnologia se mostra a maior aliada dos profissionais e evita que as empresas sejam oneradas injustamente em um sistema tributário altamente burocrático e ineficiente.

É dessa revolução que a AG Capital faz parte, e convidamos a todos os empreendedores para se juntarem à causa da simplificação e modernização tributária. 

1. Brasil tem 15ª carga tributária mais alta do mundo, veja estudo. <https://www.agenciacongresso.com.br/brasil-tem-15a-carga-tributaria-mais-alta-do-mundo-veja-estudo/>

2. O Tributos no Brasil.<http://www.portaltributario.com.br/tributos.htm> 3.  Maioria das empresas brasileiras paga impostos indevidamente <https://www.jornaldocomercio.com/_conteudo/2017/08/cadernos/jc_contabilidade/581856-maioria-das-empresas-brasileiras-paga-impostos-indevidamente.html>

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Escrito por: