fbpx

Inteligência artificial tributária: conheça essa tecnologia

A inteligência artificial tributária é uma aliada poderosa na hora de gerenciar impostos e garantir seu compliance.

Em vez de perder tempo com documentações extensas e infinitas normas tributárias, já é possível deixar o trabalho de automação para os sistemas tecnológicos e se concentrar na parte estratégica.

Dessa forma, o Fisco consegue agilizar seu trabalho e otimizar os serviços ao contribuinte, enquanto as empresas têm condições para automatizar tarefas e fazer revisões tributárias em tempo recorde.

Ficou interessado em usar a inteligência artificial na gestão de tributos?

Então, acompanhe os tópicos e entenda porque vale a pena investir nessa tecnologia

O que é inteligência artificial tributária?

Inteligência artificial tributária é a aplicação de softwares e tecnologias que reproduzem o raciocínio humano para resolver problemas e agilizar tarefas relacionadas a tributos.

Essas tecnologias são capazes de processar a linguagem humana, gerar hipóteses, tomar decisões e aprender conforme são programadas — o chamado aprendizado de máquina (machine learning). 

Um exemplo básico para entender a inteligência artificial (IA) é o funcionamento dos chatbots (robôs de conversação).

Provavelmente, você já procurou o atendimento de uma empresa e falou com um desses assistentes virtuais que dão respostas automáticas conforme você digita as perguntas. 

Por meio de algoritmos, esses softwares são capazes de aprender padrões e aperfeiçoar suas ações conforme recebem mais informações. 

Na área tributária, a IA é usada para automatizar a análise de dados sobre impostos e contribuições, agilizando todo o processo de revisão, mitigação de riscos e cumprimento das obrigações fiscais.

Assim, é possível analisar um grande volume de dados rapidamente para calcular tributos, cruzar registros, identificar divergências e várias outras ações que levariam dias para ser executadas manualmente. 

Para que serve a inteligência artificial tributária?

De maneira geral, as soluções de inteligência artificial tributária são usadas para agilizar os processos de revisão, cálculo, apuração e pagamento de tributos.

Elas conseguem aprender com base nas regras da legislação e utilizar as informações para identificar falhas e riscos. 

Como já sabemos bem, o sistema tributário brasileiro é um dos mais complexos do mundo, conhecido por atrasar a vida dos contribuintes. 

Desde a Constituição de 1988, foram editadas mais de 400 mil normas tributárias, o que corresponde a 776 normas por dia útil, segundo um levantamento de 2019 do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT).

A linguagem tributaria é dúbia e inacessível, no entanto, esse problema se torna menor com a ajuda da inteligência artificial.

Os robôs fazem com que seja possível não apenas mapear dados, como também apontar erros, corrigir problemas e sugerir ações preventivas baseadas no histórico tributário e contábil da empresa.

Logo, são aliados importantes na resolução de questões tributárias, financeiras, contábeis e jurídicas. 

Seu papel é exatamente esse: potencializar o trabalho de especialistas tributários e acelerar as funções manuais para que os profissionais se dediquem às questões estratégicas. 

Exemplos de inteligência artificial tributária na prática

Para entender melhor como funciona a inteligência artificial tributária, precisamos analisar como essa tecnologia está sendo usada atualmente.

Veja alguns exemplos da IA na prática tributária.

Sistema PGFN Analytics

A Procuradoria Geral da Fazenda (PGFN) utiliza desde 2018 uma solução de inteligência artificial e machine learning chamada Sistema PGFN Analytics.

A tecnologia foi desenvolvida pelo Centro de Excelência em Analytics e Inteligência Artificial (CoE) do Serpro e vem ajudando a Receita a processar informações dos contribuintes para a tomada de decisão em relação ao crédito inscrito em dívida ativa.

O sistema cruza diversos dados para identificar fraudes, medir a atividade econômica e avaliar prescrições de ações, por exemplo.

Além disso, oferece um cálculo de probabilidade de êxito em uma execução fiscal baseado em dados dos contribuintes. 

Com isso, a Receita consegue reduzir drasticamente os custos e tempo dedicado aos processos e automatizar análises complexas. 

Do outro lado, o contribuinte ganha com a agilidade nas solicitações e facilidade de acesso à informação. 

Robotax

Robotax é um termo usado no Direito Tributário para se referir à inteligência artificial utilizada na gestão pública de tributos

Segundo um artigo da Revista Direito Tributário Atual, publicado em 2019 pelo IBDT, esse robô é capaz de ler e interpretar textos jurídicos de alta complexidade, além de identificar fraudes e inconsistências em bancos de dados gigantescos (Big Data). 

“Com milhões de contribuintes e bilhões de transações econômicas ocorrendo a cada segundo, o Fisco teve que se valer da IA para perseguir a renda e captar a riqueza tributável de modo eficiente e, na maioria dos casos, na mesma velocidade da evasão de receitas” — afirma o autor Dr. Fernando Aurélio Zilveti, livre-docente em Direito Tributário.

A proposta é que o lançamento fiscal seja feito 100% por robôs em um futuro próximo, proporcionando maior eficiência, precisão e transparência, além da troca de informações entre jurisdições em tempo real. 

Soluções Deloitte

Além de auxiliar a Receita Federal na fiscalização de contribuintes, a inteligência artificial tributária também é usada nas empresas para otimizar o processo de revisão de tributos e compliance. 

Um bom exemplo são as soluções desenvolvidas pela consultoria Deloitte, divulgadas no relatório “Inteligência Artificial nos Tributos”, publicado em 2020 (em inglês). 

A sede britânica desenvolveu uma poderosa ferramenta de IA tributária que utiliza o Processamento de Linguagem Natural (PLN) e modelos probabilísticos avançados para extrair detalhes de contratos, documentos fiscais e decisões judiciais. 

Com ela, as empresas conseguem revisar documentações extensas em segundos em busca de inconsistências e dados fiscais específicos, principalmente para fins de compliance e recuperação de créditos tributários. 

Vantagens em usar a inteligência artificial nos tributos 

A inteligência artificial tributária beneficia tanto o governo quanto o contribuinte.

Confira algumas das principais vantagens dessa tecnologia. 

Automação de processos repetitivos

Uma das grandes vantagens da inteligência artificial tributária é a possibilidade de automatizar tarefas e processos repetitivos.

Dessa forma, os profissionais da área não precisam perder horas e mais horas coletando e revisando documentos, por exemplo.

Basta acionar a IA para encontrar os dados necessários e cruzar as informações. 

Identificação de débitos e créditos

Com a varredura altamente precisa da IA, fica fácil identificar débitos e créditos tributários na documentação fiscal de uma empresa.

Ao mesmo tempo em que a ferramenta detecta fraudes do lado do Fisco, também ajuda empresários a garantir seu compliance tributário e localizar possíveis valores pagos a maior e passíveis de restituição. 

Redução de custos

A redução de custos é uma consequência natural do uso de tecnologias de IA tributária. 

Afinal, poupa-se muito tempo, horas de trabalho e recursos com a automação de todo o trabalho manual e repetitivo. 

Basta pensar que estamos no país em que os empresários mais gastam tempo com revisão e cálculo de tributos: 1.501 horas ao ano, de acordo com o relatório Doing Business 2020

Projeção de tributos 

A inteligência artificial nos tributos também é capaz de realizar análises preditivas e simular diversos cenários.

Assim, torna-se possível a projeção de tributos e seu impacto financeiro na empresa, auxiliando na tomada de decisão e planejamento tributário. 

Aplique a inteligência artificial tributária no seu negócio

Agora que você conhece o poder da inteligência artificial tributária, que tal aplicar essa tecnologia no seu negócio?

A AG Capital utiliza a tecnologia previdenciária e o exclusivo método De Ponto a Ponto para analisar a fundo sua folha de pagamento e encontrar oportunidades de compensação e recuperação de crédito.

Nossa solução AG TaxTech analisa todas as declarações, identificando débitos e créditos mesmo em companhias que já passaram por trabalhos de revisão de tributos sobre a folha. 

Com a ajuda da IA e de uma equipe altamente qualificada, já conseguimos recuperar mais de R$ 3 bilhões para nossos clientes. 

E então, está pronto para usar a inteligência artificial na gestão de tributos?

Conheça melhor nossos serviços e aproveite todo o potencial da tecnologia para aliviar impostos. 

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ATUALIZE-SE!

A cada dia novas normas tributárias são divulgadas. 
Preencha seus dados abaixo e receba
atualizações e oportunidades para sua empresa 

Ao enviar o formulário, você aceita receber emails semanais com atualizações Jurídicas e/ou Ofertas da AG Capital e concorda com a nossa Política de Privacidade.